Taxa de 1% ao mês é 500% superior à Selic, o que não faz sentido no cenário atual